• Newsletter Receba nossos informativos
  • Procurar:

Dúvidas sobre o uso da Cetamina injetável no tratamento da depressão de dor crônica.

Dr. Rafael Higashi, médico, mestre em medicina, neurologista e nutrólogo da Clínica Higashi, responde dúvidas sobre o uso da aplicação de Cetamina venosa no tratamento da depressão e dor crônica.  Assista o vídeo abaixo:

A primeira pergunta do Paulo: Tenho depressão será que a Cetamina pode ser indicado para mim? Dr. Higashi responde que  a Cetamina venosa pode ser utilizado em casos refratários a medicações convencionais . Nos EUA o FDA americano aprovou  para o tratamento da depressão a Esketamine que é uma forma de Cetamina  em spray nasal. A Esketamine não é aprovada no Brasil, ao contrário, o uso da Cetamina venosa sim é aprovado no Brasil  como anestésico e tratamento da dor e de forma off label para tratamento da depressão, apesar de,  off label  mais de 70% dos pacientes melhoram imediatamente após a aplicação da Cetamina venosa, ou seja, uma eficácia bem acima da Cetamina em spray nasal que é próximo de 45 %. A decisão de utilizar a Cetamina venosa será do seu médico que ira estudar em particular cada caso, por exemplo se outras possiblidades de tratamento como a neuromodulação cerebral não invasiva com estimulação magnética transcraniana repetitiva já foram tentadas como tratamento da depressão além do remédio.

Segunda pergunta da Jackeline: Como uma medicação anestésica pode ser eficiente para tratar a depressão? Dr Higashi responde que a ação da Cetamina no sistema nervoso central ,ou seja, o cérebro se dá principalmente  principalmente pela ação da Cetamina  como antagonista dos receptores NMDA e pela sua ação na indução da produção do BDNF(Brain-derived neurotrophic factor)  que estimula novos receptores e sinapses cerebrais, formando novas vias neuronais. Uma analogia seria como uma rodovia cheia de automóveis, os automóveis seriam os neurotransmissores e a rodovia seriam as sinapses e os receptores,  quando a rodovia fica congestionada, é porque algum automóvel ficou parado no meio da estrada, seja por falta de combustível ou acidente, neste caso, toda a rodovia ficará congestionada e ninguém conseguirá com eficiência chegar no local desejado, por outro lado, quando o carro  volta a funcionar e não obstrui mais a passagem, toda a rodovia volta funcionar normal e todos veículos, finalmente, conseguem fluir, analogicamente a Cetamina reorganiza as vias neuronais (rodovia) otimizando a ação dos neurotransmissores (automovéis)  pela melhora da sensibilidade dos receptores cerebrais pelo efeito de antagonista  dos receptores NMDA  e aumenta das sinapses, formando assim, vias alternativas neuronais pela sua ação na produção do BDNF(Brain-derived neurotrophic factor) .

Terceira pergunta do Marcos: Aonde fazer aplicação de Cetamina? Dr. Higashi reponde que para a aplicação de Cetamina venosa a Clínica tem que ter uma estrutura para aplicação de medicação endovenosa  de acordo com normas da Vigilância sanitária, com enfermagem , suporte básico de vida , ou seja, estrutura adequada, e o médico tem que ter experiência na prescrição da aplicação de Cetamina Venosa, avaliar as contraindicações absolutas e relativas da Cetamina, assim como a dose adequa de acordo com o massa corporal e funcionamento hepático e renal de cada individuo. A Clínica Higashi tem experiência no uso da Cetamina endovenosa porque a mais de 10 anos, antes mesmo, dela mostrar eficiência na depressão, a Clínica já utilizava no tratamento da dor crônica neuropatia refratária agudizada com resposta significativa na maioria dos casos.

Mais informações: (21) 34398999 / 982084972 ( Clinica Higashi Rio de Janeiro) ou (43) 33238744 / 99300185  ( Clínica Higashi Londrina)

Localização

  • Rio de Janeiro - RJ
  • Londrina - PR
  • Rio de Janeiro:
    (21) 3439-8999
    (21) 9820-84972

    Rua Real Grandeza, 108, sala 226, Real Medical Center
    CEP: 22281-034 Botafogo - Rio de Janeiro - RJ

  • Londrina:
    (43) 3323-8744
    (43) 9930-0185

    Rua Senador Souza Naves, 626
    CEP: 86010-160 Centro - Londrina - PR